domingo, 8 de março de 2009

O mais profundo sofrimento de realmente te querer


Como é que eu posso reunir,
em uma estrofe, em um refrão,
o olhar mais lindo do mundo,
que é esse seu, que vem a mim,
que mesmo longe é tão profundo.

Como é que eu posso reunir,
em uma estrofe, em um refrão,
esse desejo aqui do fundo,
de te querer, de te sorrir,
e de te ter, só um segundo.

Como é que eu posso reunir,
em uma estrofe, em um refrão,
tudo o que eu tenho pra falar,
tudo o que é só desilusão!
Você não vai me entender,
vai disfarçar, vai se esconder,
não sei se quero te querer,
não sei se quero mais sofrer.

Não sei se quero te querer,
pois tudo indica que é em vão.
Mas sim, vou ter que conviver,
com minha mente e coração.
E minha mente diz que sim,
assim como o meu coração,
que tudo não chegou ao fim,
que nessa história não há não!

(Túlio Marques de Faria)

Um comentário:

Túlio disse...

É desabafo de quem quer mas sabe que não pode ser...