quarta-feira, 22 de outubro de 2008

AO SEU LADO


Meu espírito
tem me ensinado coisas
às quais depois me desperto.
É como se vindo do sono
cravado em sonho
para o mundo tangível, tocável, possível
e ao mesmo tempo, meu Deus, tão incerto.

Talvez seja tempo de ressurgir,
se não for,
no mínimo prosseguirei
e talvez, esquecerei.

Me desperto,
como se vindo do sono
cravado em sonho
que me faz repensar.
Porque o intocável é tocável
e a tangente é o mais próximo do infinito
onde algum dia estaremos tão distantes
que aos olhos seremos somente dois pontos
Tão próximos que indiferenciáveis
tão minúsculos quanto todo o universo
reduzidos em um primitivo espaço e instante
seremos.

(Thiago Albino/ João Cortez)